Send to a friend Imprimir
Voltar

A nossa história

Canson, 450 anos de papel Montgolfier, Canson, aeróstato, papel, estojo... Que elos, que convergências? Era uma vez uma família de fabricantes de papel, os Montgolfier. Em Viladon, na Ardèche, não pararam de inventar para aperfeiçoarem a sua actividade e as técnicas do século das Luzes. Assim nasceu a montgolfière, com, é claro, um envelope de papel.

MARCOS

1557

O nascimento de uma saga

Enquanto François de Guise arma uma tropa para reconquistar o reino de Nápoles aos Espanhóis, no momento em que reinam tensões entre católicos e protestantes, Jacques Montgolfier, fabricante de papel de Ambert , deixa a sua Auvergne natal para se estabelecer em Beaujolais...

Descobrir
1692

Vidalon, berço dos inventos para o fabrico de papel

Michel e Raymond Montgolfier, filhos do fabricante de papel de Beaujeu, chegam a Vidalon enquanto a família Chelles, fabricantes de papel originários da Auvergne, se empenham na colagem do papel. Apaixonam-se pelas filhas do dono da fábrica...

Descobrir
1777

O belo velino de Annonay, as premissas da revolução técnica

Os nostálgicos sonham com o belo pergaminho, tirado da pele de vitelo nado-morto, o velino. Se se conseguisse fabricar um papel bem liso, sem rastos de faixas… Foram os Montgolfier que conseguiram reproduzir a técnica dos ingleses, seguidos pelos...

Descobrir
1780

Objectivo brancura, a pilha holandesa

As importações de papel branco da Holanda desequilibram a balança comercial do reino, as autoridades do Languedoc preocupam-se e decidem encorajar o fabricante de papel mais apto a triturar os trapos segundo o método holandês. Os Montgolfier são escolhidos...

Descobrir
1782

Papel à conquista do ar e do espaço

14 de Dezembro de 1782, um estranho saco de papel enche-se por cima de uma fogueira, no pátio dos Montgolfier. Pouco a pouco, endireita-se, sobe, levanta voo rumo aos céus. Atravessa o rio e pousa suavemente sobre uma encosta. Joseph e Etienne Montgolfier acabam de...

Descobrir
1784

A Manufactura real de Vidalon

A 19 de Março, a fábrica de papel dos Montgolfier é elevada à categoria de manufactura real. Esse título, tão cobiçado por todos os fabricantes de papel do reino, é conferido àqueles cujo potencial de inovação os classificou na liderança da profissão. Passados alguns...

Descobrir
1801

O nascimento da Canson et Montgolfier

Etienne de Montgolfier morreu há dois anos. O seu genro, Barthélémy Barou de la Lombardière de Canson, sucede-lhe. Assim, surge na história do fabrico do papel este nome que vai tornar-se mítico para os artistas e amadores de belos papéis. Com a criação do Banco de França, as compras...

Descobrir
1809

Transparência e cor, a inovação do fabricante de papel

Os Canson prosseguiram na via da inovação iniciada pelos Montgolfier. No maior segredo, inventaram o papel de decalque, esse suporte transparente que evita aos arquitectos terem de voltar a desenhar inúmeras vezes o mesmo plano. Em seguida, lançam-se na coloração...

Descobrir
1824

A caixa aspirante, início da modernização

Os Canson procuram constantemente aperfeiçoar-se. Etienne inventa as famosas caixas aspirantes que, ao sugarem a água sob a tela metálica, melhoram o escoamento e dão mais resistência à folha em formação. Enquanto Carlos X sobe ao trono...

Descobrir
1827

A colagem em pasta, uma nova etapa

Com a máquina de papel, torna-se urgente modernizar a colagem. Como mergulhar manualmente folhas tão compridas num banho de gelatina? Barthélémy e Etienne de Canson estudam um produto colante, à base de cera, que é misturado com a pasta de papel. A revolução tecnológica...

Descobrir
1865

Canson® obtém uma patente para um papel fotográfico

Em 1865, a Canson® solicita uma patente para melhoramento do processo com albumina, que obtém a 8 de dezembro, pois simplifica as operações de cópias com um custo inferior aos outros tipos. Com esse papel, é evitada a utilização de cloreto de ouro ou de platina...

Descobrir
1910

A aventura do Montval

Encontrar um papel de trapo de qualidade para as edições de arte está a tornar-se cada vez mais difícil. Artistide Maillol encarrega o seu sobrinho Gaspard de lhe fazer fabricar belas folhas para as suas madeiras gravadas. Em Montval, perto de Marly-le-Roy, mete mãos à obra, mas é interrompido pela...

Descobrir
1926

Uma filial em Nova Iorque

Ter uma representação nos Estados Unidos, tal como em muitos outros países, não basta para as papelarias Canson. A 1 de Julho, inauguram a Canson et Montgolfier Incorporated. No momento em que Artistide Briand cede o lugar a Edouard Herriot e em que a Association française de...

Descobrir
1947

O estojo Canson em todas as pastas

Professores de desenham que arcam com o peso dos cadernos a corrigir, desenhos que não é possível expor… As papelarias Canson encontram a solução: Um estojo de papel para vender folhas à dúzia e conservá-las. O célebre estojo acaba de nascer...

Descobrir
1956

Arjomari, uma viragem para a Canson

Três anos antes, as célebres papelarias Johannot de Annonay uniram-se às de Arches e do Marais, as Blanchet e Kléber de Rives juntam-se a elas. Assim nasce a Arjomari (Arches, Johannot, Marais, Rives). Os edifícios de Annonay são vendidos às papelarias Canson et...

Descobrir
1985

Património e desenho técnico

A informática ao serviço do desenho e da conservação dos arquivos é alvo de uma mesma iniciativa para a Canson: estudar e comercializar produtos que correspondem às novas necessidades. A concepção assistida por computador (Computer Assisted Design - CAD), a marca Alta...

Descobrir
1987

O passado ao serviço do presente

As papelarias Canson et Montgolfier criam o seu museu na casa natal dos inventores do aeróstato. Inovações de outrora e máquinas de vanguarda passam a estar acessíveis ao público em geral. Em 1989, os curiosos atropelam-se para descobrir a pirâmide de vidro...

Descobrir
2008

Canson® lança a Canson® Infinity, linha para a DFAP

Fortalecida pela sua experiência no universo do papel fotográfico, a Canson® lança a gama Canson® Infinity, encontro entre o caráter dos mais belos papéis utilizados pelos artistas do mundo inteiro, um revestimento com tecnologia de ponta e uma exigência forte em termos...

Descobrir
2010

Um forte elo com os artistas

Sempre desejosa de estar próxima dos artistas, a Canson cria o Fundo Canson para a Arte e o Papel, que tem por ambição promover os artistas que trabalham com papel. O primeiro Prémio Canson foi entregue ao jovem artista Fabien Mérelle por um júri presidido pelo pintor Gérard Garouste...

Descobrir
2016

Lançamento do papel L’Aquarelle Canson® Héritage.

A Canson lança a gama L’Aquarelle Canson® Héritage. Este papel 100% algodão fabricado em forma redonda, técnica mais próxima do papel feito à mão,une-se a um pequeno e seleto grupo de papéis com texturas incomparáveis...

Descobrir