Send to a friend Imprimir
Voltar

Canson e os Artistas do Passado

Matisse, Picasso, Maillol, Warhol,… todos os grandes artistas utilizaram papéis Canson. Para os pastéis, Degas preferia o decalque, Matisse tinha um fraco pelo C’à Grain® pelo lavis (aguada) B, perfeitamente adaptados aos seus papéis de guache recortados. Muitos esboços e desenhos de tinta de Picasso foram reproduzidos sobre C’à Grain®. Quanto ao papel Montval®, não foi concebido para responder a um pedido de Aristide Maillol?
Extraído do livro “da arte e do papel” de Marie-Hélène Reynaud

Jean Auguste Dominique Ingres

(1780-1867)

Dominique Ingres era adolescente quando morreu Etienne de Montgolfier, mas cedo se tornou amigo da filha dele, Adélaïde, mulher de letras instalada em Paris, da qual, aliás, realizou um retrato. Para os seus desenhos, pretendia...

Descobrir
Edgar Degas

(1834-1917)

Primeiramente influenciado por Ingres, Degas passou a sentir-se atraído pelo mundo do teatro e da dança, que, juntamente com as corridas de cavalos, vão tornar-se nos seus temas predilectos. Amigo de Manet, Monet e Renoir, Degas participa na primeira exposição dos Impressionistas, em 1874, com dez quadros...

Descobrir
Pablo Picasso

(1881-1973)

Depois dos períodos azuis e cor-de-rosa, Pablo Picasso experimenta o cubismo com Braque. Picasso soube atravessar e aproveitar o melhor de todas as vanguardas do século XX: desde o primitivismo ao surrealismo, do neoclassicismo ao abstracto. Depois da Segunda Guerra Mundial...

Descobrir
Marc Chagall

(1887-1985)

Marcado pela sua infância na casa paterna da Bielorrússia, Chagall chegou a Paris em 1910, onde se ligou com Blaise Cendrars, Max Jacob e Apollinaire. Marc Chagall foi considerado como precursor do surrealismo por André Breton. A partir de uma iconografia muito pessoal, feita de memórias...

Descobrir
Fernand Léger

(1881-1955)

Pintor francês, vindo a Paris para iniciar estudos nas Belas Artes, Fernand Léger não deixará mais a capital francesa. Depois de um curso incompleto de arquitectura, orientou-se para as Artes decorativas. Fortemente marcado pela obra de Cézanne, diz ter aprendido com o este mestre “o amor pelas formas...

Descobrir
Aristide Maillol

(1861-1944)

Amigo de Bourdelles, Matisse e Picasso, Aristide Maillol é um verdadeiro criador de formas e é conhecido pelas suas esculturas de formas puras e redondas. Mas também é pintor com obras robustas e frequentemente sensuais, tais como as que representam a sua jovem...

Descobrir